Paulista inicia Pesquisa Origem/Destino para subsidiar Plano de Mobilidade Municipal


Para auxiliar no mapeamento das necessidades de deslocamento da população por meio do transporte público e subsidiar o Plano Municipal de Mobilidade, a Prefeitura do Paulista, através da Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais está aplicando a Pesquisa Origem-Destino Metropolitana 2016/2017. Ao responder a pesquisa (click aqui), cada morador estará contribuindo com o planejamento da mobilidade na cidade e ajudará a mapear as necessidades de deslocamento da população, embasando as atualizações das linhas de ônibus, transportes alternativos, além das políticas municipais para pedestres e ciclistas.

Esta pesquisa está sendo realizada pelo Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano, em parceria com o Instituto da Cidade Pelópidas Silveira, e pretende atingir a população que reside, trabalha, estuda ou busca serviços no município do Paulista, como também nos municípios de Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Recife e São Lourenço da Mata.

 A Prefeitura montou uma estratégia de ações integradas para a aplicação do questionário na cidade, que vai envolver as secretarias de Saúde, Educação, Políticas Sociais e Esportes e Finanças. A Pesquisa estará disponível no sitewww.paulista.pe.gov.br, e também nos principais blogs da cidade, como também, será levada a população através de gestores que possuem contato direto com a população.

O público alvo que a pesquisa pretende atingir foi definido por faixa etária – de 06 a 60 anos, e por faixa de renda – sem renda comprovada a 20 salários mínimos. Fica sob-responsabilidade de cada município a coleta de dados através da resposta do questionário. O resultado dos dados será sistematizado pelo Instituto da Cidade Pelópidas Silveira.
De acordo com Dalka Costa, gerente de pesquisa do Grande Recife Consórcio, esta pesquisa é um instrumento importante para a mobilidade metropolitana. “Já foram feitas algumas pesquisas neste sentido, mas esta tem alguns diferenciais, além de ser totalmente sem custo para o Estado e para os municípios, temos a nosso favor a tecnologia, com a aplicação da pesquisa totalmente online. Isto vai ajudar muito a obtermos um mapeamento atual e mais preciso do trafego na Região Metropolitana”, adiantou Dalka.

José Rodrigues secretário de Mobilidade e Administração das Regionais, já tem a estratégia montada para aplicar a Origem/Destino no Paulista: “Nós vamos envolver as secretarias que possuem contato direto com os munícipes, a exemplo da Saúde, Educação, Politica de Assistência e Finanças. Envolver ainda a Câmara de Dirigentes Lojistas, nosso comércio e indústrias. Enfim, temos que levantar o maior número de informações, para que possamos ter uma radiografia o mais próximo possível da realidade, o que vai nos ajudar a melhorar a mobilidade e a oferta de transporte público na cidade”, destacou Rodrigues