Nova testemunha pode mudar rumo de investigação da morte de Eduardo Campos


Em sua página do Facebook, Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, falecido durante a campanha presidencial de 2014, declarou nesta quinta-feira (19), que uma nova testemunha pode mudar o rumo das investigações sobre o acidente que matou seu irmão e assessores.

Na postagem, Campos declarou que teve conhecimento de fatos novos, e por isso arrolou a nova testemunha para ser ouvida no inquérito civil.


Segue, à íntegra, o texto da publicação:


Arrolei, recentemente, no dia 11/01/2017, após ter tomado conhecimento de alguns fatos novos, uma relevante testemunha para ser ouvida no inquérito civil que tramita perante o Ministério Público Federal de Santos e perante o Exmo. Sr. Juiz Federal da 5ª Vara de Santos, que preside o inquérito policial federal, a cargo das investigações do delegado Rubens Maleiner. O delegado citado apura as causas do acidente aéreo que causou a morte do meu irmão, Eduardo Campos.

Num país em que líderes e autoridades morrem de forma misteriosa em acidentes aéreos e ainda impactado pela morte do ministro Teori, resolvi revelar esse fato novo e reafirmar que esse caso de Eduardo Campos precisa ser aprofundado e é mais um caso que não pode ficar impune. Não descansarei enquanto não forem esclarecidos os fatos, independentemente de eventuais riscos que posso correr.

Antônio Campos

OAB/PE 12.310
https://syndication.exdynsrv.com/splash.php?idzone=2574917