Justiça determina sigilo em investigação da morte de Teori Zavascki

A Justiça de Angra dos Reis determinou que a investigação sobre o acidente aéreo que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki seja sigilosa. A queda do avião, em que morreram outras quatro pessoas, aconteceu em Paraty, na última quinta-feira. O caso é investigado pela Polícia Federal e Ministério Público Federal.

As causas do acidente são desconhecidas. A Força Aérea Brasileira (FAB) informou nesta segunda-feira que houve danos na caixa-preta do bimotor que se acidentou na quinta-feira, vitimando o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, e outras quatro pessoas. No entanto, a corporação comunica que ainda não é possível precisar se a gravação de voz também ficou comprometida.

O equipamento é dividido em duas partes. O espaço para a gravação de voz é de grande proteção, ressalta a FAB. As conversas do piloto Osmar Rodrigues durante o voo são essenciais para apurar as causas do desastre aéreo em Paraty. Além de Teori e o piloto, morreram no acidente no mar o empresário Carlos Alberto Filgueiras, a professora Maria Panas e a massoterapeuta Maíra Panas. A perícia analisará se o aparelho estava ligado durante o voo, bem como quais conversas foram armazenadas.

Do Estadão 
Justiça determina sigilo em investigação da morte de Teori Zavascki Justiça determina sigilo em investigação da morte de Teori Zavascki Reviewed by Wagner Santos on janeiro 24, 2017 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.