Com petróleo em alta, países produtores comemoram acordo para diminuir produção

Os estados-membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) comemoram o acordo fechado ontem (30), na Áustria, durante a 171ª reunião da entidade, classificando-o como um “compromisso com um mercado petrolífero estável e equilibrado, com preços a níveis adequados tanto para os produtores como para os consumidores”.

O acordo entrará em vigor em 1º de janeiro de 2017 e, conforme acertado, os membros da Opep reduzirão a extração diária de petróleo, conjuntamente, em 1,2 milhão de barris. O pacto será renovável a cada seis meses. Embora os participantes não falem explicitamente, a redução da oferta do produto é uma forma de forçar a alta global dos preços da commodity.

Atualmente, os países-membros da Opep são: Argélia, Angola, Equador, Irã, Iraque, Kuwait, Líbia, Nigéria, Gabão, Indonésia, Catar, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Venezuela. A necessidade do apoio de países não-membros levou a organização a aprovar a criação de instâncias oficiais de contato com representantes de países que não pertencem ao grupo, como o Brasil, onde o acordo para redução na produção de petróleo ganhou pouca atenção até o momento.

Procurada pela Agência Brasil, a Petrobras disse apenas que não mudará sua estratégia de produção, prevista no Plano de Negócios e Gestão. E o Ministério de Minas e Energia se limitou a informar que o governo brasileiro não interfere no ritmo de produção das empresas petrolíferas instaladas no país. Em outubro, o secretário nacional do Petróleo, Márcio Félix, representou o Brasil como convidado de uma reunião da Opep e disse que o país era contrário à diminuição da produção.

Da Agência Brasil
Com petróleo em alta, países produtores comemoram acordo para diminuir produção Com petróleo em alta, países produtores comemoram acordo para diminuir produção Reviewed by Wagner Santos on dezembro 01, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.