Após pior ano para negociações salariais, pessimismo domina expectativas para 2017

O ano de 2017 deve ser igualmente ruim ou ainda mais complicado para as negociações salariais das diversas categorias de trabalhadores do que 2016, que já é o pior ano para os reajustes desde 2002, inclusive para os sindicatos mais fortes. Após um ano marcado por reajustes abaixo da inflação, a avaliação dos economistas é de que no ano que vem os acordos salariais serão mais uma vez dificultados pelo ambiente econômico recessivo. 

Além disso, há a expectativa de pico do desemprego e da continuidade da crise política e institucional. Diante desse cenário complicado, algumas categorias já se anteciparam e fecharam acordos neste ano que contemplassem a recomposição salarial em 2017, sem aumento real na renda.

"O desemprego atingirá o ápice em março, com 12,7%, mas essa projeção pode ser pior, uma vez que os dados fracos de atividade podem atrasar ainda mais a retomada da economia. Além disso, a crise política alimenta a crise econômica, fazendo com que a recuperação seja mais lenta do que a esperada, o que também atrasa a retomada do emprego", resumiu o analista econômico da RC Consultores Everton Carneiro.

Para 2017, a expectativa do DIEESE também não é otimista. "O mais certo é que a economia não se recupere em 2017. E, mesmo que o PIB cresça 1%, será sobre uma base deprimida. E ainda tem toda incerteza em relação ao governo que pode deteriorar esse quadro. Assim, é difícil imaginar reajustes acima da inflação em 2017", afirmou José Silvestre, diretor de relações sindicais do DIEESE.

Com as recentes revisões de expectativas para o PIB - mercado já prevê dado abaixo de 1% -, o Bradesco também já vê atraso na retomada do emprego. Em relatório recente, o banco mudou sua projeção para taxa de desemprego média em 2017 de 12,50% para 12,90%. Até outubro, a taxa estava em 11,80%, com cerca de 12 milhões de brasileiros desempregados, segundo a Pnad Contínua.

Da Folha de São Paulo
Após pior ano para negociações salariais, pessimismo domina expectativas para 2017 Após pior ano para negociações salariais, pessimismo domina expectativas para 2017 Reviewed by Wagner Santos on dezembro 27, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.