Maia afirma que não há como anistiar caixa 2 praticado anteriormente

Maia pretende que o assunto seja encerrado logo.
Foto: Agência Brasil
Mais de 130 deputados já registraram presença no plenário da Câmara dos Deputados, onde espera-se votar hoje (24), o projeto que estabelece medidas contra a corrupção (PL 4850/16) aprovado nesta madrugada pela comissão especial que analisou a matéria durante quatro meses.

A sessão foi marcada para as 9h, mas ainda não há sinal do início da apreciação da matéria e, no corredores da Câmara, correm rumores sobre possíveis articulações para alterar pontos do texto como o que trata da tipificação do crime de caixa 2.

O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), quer que o assunto seja encerrado hoje ou até, no máximo, a próxima terça-feira (29), mas garante que não é uma questão de pressa. “Este tema está sendo debatido há quatro meses na comissão especial. Se tivesse pressa, teríamos votado urgência antes de terminar na comissão. Nosso compromisso era a comissão votar. Depois o plenário vota.”

Maia disse que não vê brechas para uma anistia ao caixa 2 praticado antes da possível aprovação desta lei. O presidente da Câmara afirma que não há como anistiar práticas anteriores já que, sem a definição do que era caixa 2 nas leis, os processos eram baseados em outras práticas irregulares como corrupção passiva.

Da Agência Brasil
https://syndication.exdynsrv.com/splash.php?idzone=2574917