Humberto critica condução de Temer na economia do País


O Senador Humberto Costa (PT) afirmou que a crise econômica do Brasil tem se agravado na gestão de Michel Temer (PMDB). Segundo o petista, dois novos indicadores, apresentados pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDC), que rebaixou o Brasil em sua escala de classificação de risco de crédito, revelam que a situação não tem apresentado sinais de melhoras.

A avaliação da OCDC apontou que a expectativa é de que haja aumento do custo das importações de máquinas e equipamentos com seguro ou financiamento de agências oficiais de crédito internacionais.

Outro índice é o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica, que revela que a atividade econômica no país teve retração de 0,7% no terceiro trimestre de 2016, comparado com o trimestre anterior. 

Para o Senador, os números mostram o "fracasso de Temer na condução da economia".“Muitos diziam que bastava tirar a presidente Dilma Rousseff (PT) que, num passe de mágica, os problemas do país se revolveriam, que a crise se acabaria. Mas a verdade é que tudo que a gente vê é o agravamento dos problemas, o aumento no número de desempregados e o fracasso da gestão peemedebista e de seus aliados na condução do Brasil”, disparou.

Ainda segundo o petista, o cenário poderá se agravar com a aprovação da PEC 55. Humberto disse ainda que o cenário pode se agravar com a aprovação da PEC 55 que congela os gastos públicos durante 20 anos. “Sem investimento, sem educação e sem saúde como o Brasil poderá se desenvolver? Essa PEC representará 20 anos de retrocesso e não podemos permitir isso”, completou.

Do Blog da Folha