Em São Paulo, Paulo Câmara critica subfinanciamento da saúde

SÃO PAULO - O governador Paulo Câmara prestigiou, nesta quinta-feira (24), no auditório do Hospital Santa Catarina, em São Paulo, o lançamento do Instituto Brasileiro das Organizações Sociais de Saúde (IBROSS), entidade representativa das OSS - instituições filantrópicas do Terceiro Setor. O evento contou também com a presença dos governadores Geraldo Alckmin (SP), Rodrigo Rollemberg (DF) e Marconi Perillo (GO). Na ocasião, o gestor pernambucano destacou a sequência de obrigações na área repassadas pela União, ao longo dos últimos anos, aos Estados sem devida compensação financeira.

"A saúde pública é um dos maiores desafios brasileiros. Eu não tenho dúvida de que os Estados e municípios brasileiros, com o passar dos anos, assumiram uma responsabilidade enorme com a saúde sem ter a contrapartida necessária de recursos. É só ver hoje o subfinanciamento do SUS (Sistema Único de Saúde) e o que se gasta nos Estados e municípios com saúde pública", registrou Paulo Câmara, em sua fala para os participantes do evento. 

Somente em 2016, o Governo de Pernambuco investirá R$ 4,394 bilhões na área da saúde, o que representa 15,46% de todo o orçamento do Estado. O percentual supera o mínimo constitucional, que é de 12%. O emprego destes recursos, ao longo dos últimos dez anos, permitiu a entrega de novos equipamentos à população e a requalificação de toda a rede existente. "Tivemos a coragem para construir e, ao mesmo tempo, fazer com que as unidades funcionassem de maneira efetiva. Hoje, Pernambuco tem 31  instituições administradas por organização social - sete hospitais, nove UPAEs e 15 UPAs. E ainda 50% das residências médicas são feitas pelas organizações sociais", detalhou o governador. 

Paulo Câmara também frisou a importância de os governantes contarem com uma entidade como o IBROSS, no sentido de ajudar a fortalecer o SUS e melhorar os serviços da saúde pública no País. "A gente está sempre buscando mais eficiência e parcerias, onde se otimize o pouco recurso diante de um conjunto de desafios para se fazer uma saúde pública melhor em nosso País. E o IBROSS é um importante parceiro, que terá, cada vez mais, um papel fundamental nesse processo constante de melhora da nossa rede pública de saúde", ressaltou.
Em São Paulo, Paulo Câmara critica subfinanciamento da saúde Em São Paulo, Paulo Câmara critica subfinanciamento da saúde Reviewed by Wagner Santos on novembro 24, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.