Com embargo à construção de arena, FestVerão Porto é cancelado

O FestVerão, que aconteceria em Janeiro de 2017 e que teria Ivete Sangalo, Bell Marques e Jorge & Mateus como atrações, não acontecerá mais. A Luan Promoções, responsável pela organização do evento, confirmou, através de nota oficial nesta sexta-feira (18), que, em decorrência da suspensão do processo de licenciamento ambiental pela Prefeitura de Ipojuca para realização das obras de terraplanagem do Centro de Cultura e Lazer (Arena Porto), onde ocorreriam os shows, o evento foi cancelado. 

Na nota, a assessoria de imprensa afirma ainda que a atuação da organização “foi, e sempre será, pautada nos estritos termos das leis vigentes e em respeito às instituições e ao diálogo com a comunidade e com a sociedade em geral”. 

Segue a nota à imprensa:

A Luan Promoções informa que em decorrência da suspensão do processo de licenciamento ambiental pela Prefeitura de Ipojuca para realização das obras de terraplanagem do Centro de Cultura e Lazer (Arena Porto) por recomendação do Ministério Público de Pernambuco, em respeito às instituições envolvidas e a população em geral, e visando construir um diálogo positivo com a comunidade de Porto de Galinhas, para esclarecer inúmeros equívocos veiculados pela mídia, resolveu, apesar dos vultosos prejuízos seguidos, CANCELAR a realização do FestVerão Porto que ocorreria em janeiro de 2017.

Comunicamos que o principal objetivo da construção do Centro de Cultura e Lazer é o de promover o desenvolvimento econômico, turístico e social de Porto de Galinhas, de Ipojuca e de Pernambuco, cuja terraplanagem foi iniciada, apenas e exclusivamente, após a expedição das respectivas licenças pelo município de Ipojuca, nos termos da legislação vigente.

Assim, acreditando que o projeto irá contribuir com o desenvolvimento de Porto, visamos estimular melhorias locais de infraestrutura, acessos e qualificação profissional da comunidade, junto com órgãos envolvidos, empresariado local e população, sempre respeitando e preservando o meio ambiente.

Reforçamos que a nossa atuação foi, e sempre será, pautada nos estritos termos das leis vigentes e em respeito às instituições e ao diálogo com a comunidade e com a sociedade em geral.


De Ne10 
https://syndication.exdynsrv.com/splash.php?idzone=2574917